Coxinhas Douradas Uma História de sucesso feita com Amor

Coxinhas Douradas Uma História de sucesso feita com Amor

11 de setembro de 2019 0 Por brenosilverio

Você deve estar nesse momento aguardando o seu pedido ou pode já ter começado a saborear a sua Coxinha Dourada.


Não deixe esfriar, reserve esse tempo para sentir todo o sabor e aproveite cada mordida sem receios, afinal você esperou por esse momento.
Daqui a pouco, enquanto escolhe uma sobremesa, você volta e eu te conto o porquê dessa coxinha ser tão especial.

Arquivo Foto Antonio Alberto Ravagnani

Bom, tudo começou no interior de São Paulo em um pequeno distrito de Araraquara, praticamente uma vila, fundada em 1924 e batizada com o nome de um engenheiro da extinta Ferrovia Paulista, Bueno de Andrada, responsável pela construção da linha férrea que corta o distrito até hoje.

É aí que entra na história uma figura muito importante, Júlio Freitas, patriarca da família Freitas, vindo de Portugal e que foi um dos primeiros moradores de Bueno de Andrada. Na época com o sonho de prosperar, investiu na abertura de um armazém de secos e molhados, que comercializava tudo que os moradores precisariam no seu dia a dia, afinal quem frequentava a venda era na maioria colonos das fazendas em torno e viajantes que por ventura passavam pela vila.

Com o passar dos anos a família foi crescendo e seu filho, Abel de Freitas, foi quem assumiu o armazém, continuando o legado da família e passando para a próxima geração com mais uma pessoa muito especial nessa história.


Paulo Freitas, assume o armazém da família no final da década de 70, e em meio ao acaso conhece a mulher da sua vida, Sônia, aquela que o completaria e juntos começariam dar brilho na história.


O casal nomeia então o armazém de Bar e Mercearia Freitas, e mantém a tradição no segmento, porém com a pavimentação das ruas da cidade e com a criação da estrada que liga Bueno de Andrada à cidade de Araraquara, o movimento diminui e veem a necessidade de algo que surpreendesse e encantasse quem passasse pelo distrito a ponto de fazer uma parada obrigatória.

Então, Sônia Freitas idealiza as coxinhas de frango, mas não como tantas outras, uma diferente, com recheio farto, temperos especiais, crocante por fora e com massa macia por dentro, a mais atraente aos olhos e ao paladar.


Tudo produzido à mão e com carinho para agradar. E agrada realmente, pois quem experimenta o salgado aprova à primeira mordida e volta sempre. Tenho certeza que você se identificou nesse trecho.

Com a coxinha conquistando o público, outro personagem ímpar nessa história experimenta e se encanta pela iguaria. O que ninguém imaginaria é que ele seria Ignácio de Loyola Brandão, escritor renomado e colunista de um grande jornal, que após almoçar coxinhas em um final de semana, volta para a capital e escreve uma crônica em 23 de março de 2001, intitulada “As Coxinhas Douradas de Bueno de Andrada”.

O título atraente e a descrição detalhada do sabor e dos momentos que viveu na cidade se espalham rapidamente e visitantes do país inteiro viajam quilômetros de distância só para experimentar essa delícia.

Além disso, outros veículos de comunicação se interessam pela história da coxinha e passam a querer saber mais sobre ela, chegando até mesmo aos ouvidos e paladar da querida Ana Maria Braga, do programa Mais Você da Rede Globo.


Em homenagem à crônica e ao encanto em que ela causou em tantas pessoas, os salgados ganharam o nome de Coxinhas Douradas, e hoje além da Tradicional Coxinha de Frango, existem muitos outros sabores e cada um com o seu formato para diferenciá-los, mas igualmente chamados de Coxinhas, tanto pelo mesmo processo de produção e fabricação, quanto pelo mesmo carinho e amor no preparo.

Para manter a tradição dos produtos, foi decidido que todos os salgados distribuídos nas franquias da loja seriam produzidos na fábrica, em Bueno de Andrada, garantindo assim o padrão de qualidade e mantendo sempre viva a história familiar de sua origem.
Assim como a fama do salgado, o bar foi crescendo e o pequeno distrito ficou movimentado, sendo necessário ampliar o espaço, investir em uma cozinha industrial, passando pela criação de uma fábrica com mais de 700m².
Além de fazer alimento de paixão nacional, a empresa gera renda para mais de 100 famílias na cidade de Bueno de Andrada e Araraquara.


Hoje você está saboreando as coxinhas e fazendo parte de nossa história.
Seja mais que bem-vindo, sinta-se em casa e se apaixone por esse sabor único. Seja Bem Vindo a Bueno de Andrada